Professora de Itapuranga usa o YouTube para ministrar aulas

Professora de Itapuranga usa o YouTube para ministrar aulas

Iniciativa surgiu após alunos confessarem a falta de “ver” o professor

“Eu estou me reinventando. A palavra do momento é reinventar.” É assim que a professora Alessandra Alves, do Colégio Estadual José Pereira de Faria, define a sua iniciativa de criar um canal no YouTube para ministrar as aulas não presenciais. O canal, intitulado Profª Alessandra Alves, traz conteúdos das disciplinas de Língua Portuguesa e Estudo Orientado, além de orientações para os alunos do 8º e 9º ano.

Com a ajuda do filho, a professora decidiu criar os vídeos para atender a uma necessidade dos alunos e, ao mesmo tempo, atrair o interesse para os conteúdos. De acordo comm Alessandra, durante uma das atividades da disciplina de Estudo Orientado alguns alunos confessaram sentir falta da presença de um professor explicando a matéria. “Eles gostam de ver a gente, de conversar a gente e, pelo WhatsApp, às vezes não é possível dar essa atenção a todos”, afirma a professora.

A ideia, então, foi inserir a explicação em um meio que faz parte da rotina dos estudantes: o YouTube. Segundo Alessandra Alves, a experiência com o próprio filho a ajudou a ter essa ideia. “Eu tenho um filho adolescente em casa e lido com adolescentes na escola. Eu sei o quanto eles são ligados nesses canais, principalmente nos canais que trazem informações sobre jogos”, conta.

Desde então, nove vídeos já foram publicados no canal da professora. Neles, é possível encontrar comentários positivos, elogiando a iniciativa de Alessandra Alves. Mas, de acordo com ela, isso não é o mais importante. “Eu tenho que estudar muito ainda e eu estou aprendendo. Por isso meu primeiro vídeo eu trouxe esse título ‘aprender a aprender’, porque é um processo constante nessa nossa vida e nesse nosso caminho como educador”, finaliza.

Maria Jose

Maria Jose

Deixe uma resposta