Feira de Ciências em Catalão discute formas de energia renováveis e sustentáveis

Feira de Ciências em Catalão discute formas de energia renováveis e sustentáveis

Projeto foi desenvolvido com alunos do Ensino Médio do Instituto de Educação Matilde Margon Vaz

 

Uma das grandes discussões da humanidade no século 21 diz respeito às mudanças na forma de o homem encarar as relações que estabelece com o ambiente em que vive, aproveitando-o de maneira sustentável. Essas mudanças passam, entre outras coisas, por alterações nas formas de gerar energia, utilizando meios renováveis e com menor degradação ambiental. Foi nessa perspectiva que o Instituto de Educação Matilde Margon Vaz, de Catalão, promoveu a Feira de Ciências ‘Energias Renováveis: Renovando Pessoas e Ideias’, desenvolvida pelas sete turmas de Ensino Médio da unidade escolar. 

 

O projeto abordou as diferentes formas de geração de energia, descrevendo seus processos e analisando os pontos positivos e negativos de cada uma. “Em linhas gerais, a ideia é que a discussão sobre a geração energia possa ser mais uma ferramenta de conscientização das pessoas sobre o impacto negativo que a forma de produzir da sociedade atual tem causado ao ambiente e os riscos que isso envolve, em médio e longo prazo, à continuidade do processo produtivo, à sobrevivência do homem e de outros seres vivos”, explicou o professor de Química da escola, Reinalto Ferreira

 

 


Exposição sobre funcionamento de uma usina termoelétrica

Assim, as ações buscaram despertar nos alunos e na comunidade escolar a reflexão sobre as formas de energia utilizadas por eles, destacando limitações e problemas de cada modelo, além de discutir alternativas renováveis aplicadas à realidade nacional, com possibilidade de serem efetivamente implementadas.

 

 

 
Paródia sobre geração nuclear

 

Formas de geração 

 

Cada uma das turmas ficou responsável pelo estudo e apresentação de uma forma de geração de energia: hidrelétrica, termoelétrica, termonuclear, eólica, solar, biomassa, pilhas e baterias.

 

 

“Renovar a forma de as pessoas enxergarem o mundo não é um processo fácil ou rápido. Isso  passa, necessariamente, pelo acesso ao conhecimento. As metodologias empregadas no desenvolvimento deste projeto partem do pressuposto de que é necessário conhecer para poder refletir e, consequentemente, agir no sentido da mudança”, acrescentou o professor Reinalto Ferreira.

 

 

 
Maquete sobre energia nuclear

Durante a realização do projeto, foram desenvolvidas diversas atividades, como estudo e discussão de textos e documentários sobre formas de energias renováveis; produção e exposição de histórias em quadrinhos e de paródias; e  confecção e exposição de maquetes e de pequenos vídeos explicativos sobre formas de geração de energia.

 

 

No encerramento das atividades, houve uma miniconferência, aberta à comunidade escolar, na qual os alunos de todas as turmas expuseram e explicaram os trabalhos desenvolvidos sobre cada uma das fontes de energia trabalhadas.

 

 

 

Alunos apresentam maquete elaborada para o projeto

Maria Jose

Maria Jose

Deixe uma resposta