Projeto de incentivo à leitura movimenta escola de Doverlândia

Projeto de incentivo à leitura movimenta escola de Doverlândia

Alunos do Colégio Estadual Juscelino Kubistchek de Oliveira, de Doverlândia, participaram do projeto Viagem ao Fantástico Mundo da Leitura’

 

Durante as ações, foi feita uma reorganização da biblioteca escolar, tornando-a mais agradável à permanência dos estudantes, além de um desfile, tendo como caraterização personagens do mundo literário

 

O projeto buscou resgatar o prazer pela leitura e o fascínio em manusear um livro. Ao apresentar a proposta, a escola identificou a necessidade de uma intervenção imediata que estimulasse o pensamento crítico e reflexivo, com foco no processo de aquisição da leitura significativa e contextualizada.

 

Os trabalhos tiveram início em janeiro de 2019, com a organização geral da biblioteca.  Várias etapas foram realizadas, inclusive com mudanças na decoração, para que o espaço se tornasse acessível, agradável e prazeroso de se frequentar.

 

Também houve um reforço na divulgação dos livros que integram o acervo da biblioteca e, semanalmente, foram realizadas intervenções no pátio da escola, com cantinhos de leitura personalizados, possibilitando também a leitura nos momentos do recreio. Aos poucos, os alunos começaram a visitar a biblioteca – primeiro por curiosidade, mas a seguir demonstrando interesse pela leitura dos livros.

 

O processo de reorganização envolveu não só a bibliotecária, mas professores, grupo gestor, alunos e pais, garantindo uma ampla socialização entre a comunidade escolar.

 

Na segunda etapa do projeto, foram executadas três atividades: a criação do ‘Passaporte da Leitura’; uma campanha de doação de livros para melhorar o acervo da biblioteca; e o ‘reconto’ dos livros lidos. Novamente, houve reforço na divulgação das obras e das atividades de encerramento do projeto, que ocorreram no final de novembro, quando os professores da unidade escolar foram convidados a participar de um desfile, com personagens caracterizados por eles, mas tendo como referência as obras literárias.

 

 

Maria Jose

Maria Jose

Deixe uma resposta