Alunos de Cepi usam WhatsApp para interagir e participar das aulas não presenciais

Alunos de Cepi usam WhatsApp para interagir e participar das aulas não presenciais

Em meio ao regime especial de aulas não presenciais, os alunos e professores têm recorrido a ferramentas digitais para se comunicarem. Dentre elas, o WhatsApp têm predominado pela facilidade e rapidez da interação entre os docentes e estudantes.

No Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) João XXIII, do município de Ceres, os estudantes estão participando e dialogando bastante com seus professores pelo aplicativo de mensagens. Seja para receber conteúdos, simulados, videoaulas e links de aulas ao vivo, enviar atividades prontas para correção ou tirar dúvidas, a plataforma está sendo usada constantemente pelos colegas .

Segundo o assessor pedagógico da Coordenação Regionais de Educação (CRE) de Ceres, 96% dos estudantes do Cepi tem acesso à internet.

Cada turma possui um grupo de Whatsapp, onde os professores e coordenadores enviam atividades e aulas. No privado, cada estudante envia para o professor as atividades prontas e as possíveis dúvidas em relação à matéria. Quando essa interação não ocorre por parte de um aluno, o tutor daquele estudante é acionado e ele procura a família.

Os alunos sem acesso à internet recebem e devolvem atividades impressas toda semana. Esses materiais impressos são guardados pelo coordenador pedagógico e pela professora da biblioteca do Cepi, responsáveis por organizar uma planilha com informações de entrega e acionar professores em caso de sinalização de dúvidas na resolução das listas.

Marcley Rodrigues de Matos

Marcley Rodrigues de Matos

Deixe uma resposta